Materiais de apoio

Livros, cartilhas, pdfs e outros.

Fundadora do Congresso Internacional "Consciência Sistémica" promove Live com Juíza brasileira

A FILOSOFIA HELLINGERIANA APLICA-SE NO SISTEMA JUDICIÁRIO?

A psicóloga portuguesa Maria Gorjão, fundadora do Congresso Internacional "Consciência Sistémica", e a Juíza Brasileira Dra. Jaqueline Cherulli, se reúnem em uma Live intercontinental, debatendo a aplicação da filosofia Hellingeriana no sistema judiciário.

A live será na próxima quarta-feira, dia 11 de novembro de 2020. 👉 21H de Portugal 🇵🇹 👉 22H Espanha 🇪🇸 👉 18H Brasil 🇧🇷 Assista nas seguinte redes sociais: 👉Instagram: @maria.gorjao.h 👉Facebook: @MariaGorjaoHenriques1⁣ 👉Youtube: Consciência Sistémica e Espaço Amar⁣

Jaqueline Cherulli tem presença confirmada no "2º Congresso Internacional Consciência Sistémica"

O "II Congresso Internacional Consciência Sistémica" está programado para acontecer nos dias 13, 14 e 15 março de 2021, no Centro de Congressos de Estoril em Portugal.

 O evento terá em sua programação 44 workshops, 22 palestras e 57 palestrantes de renome Internacional, abordando vivências de visão sistêmica, constelações familiares, povos, territórios e nações, justiça sistêmica, educação sistêmica, relacionamentos e sistemas empresariais. A especialista brasileira em direito sistêmico, Jaqueline Cherulli, foi convidada para ser oradora na edição do ano 2021 do evento. A realização do evento congresso fica por conta das instituições portuguesas: Espaço Amar e Unipessoal. Ingressos e mais informações:
https://univconscienciasistemica.com/

Utilizando o código "CHERULLI" os leitores do site Ciência Sistêmica tem 40% de desconto na compra no ticket de participação do evento.

Frases Sistêmicas: Agora disponíveis para download.

Olá pessoal, tenho recebido muitas solicitações das pessoas que participam de minhas palestras, webnários, lives, oficinas e outros programas, solicitando as frases sistêmicas que apresento. Esse material foi criado com caráter institucional e se tornou público através de uma solicitação da Presidente da NUPEMEC-TJMT, e agora para facilitar o acesso fica disponível também em nosso portal. 
Espero colaborar sempre com novos conteúdos.

Frases Sistêmicas para visualização e download :
Primeira Geração - Parte 1
Primeira Geração - Parte 2
Primeira Geração - Parte 3
Segunda Geração - 2018
Infância e Juventude
Série Cristina Llaguno

IV Simposio Mediación y Tribunales -Espanha: Jaqueline Cherulli apresenta novo artigo científico

Destinado a juízes, magistrados, outros operadores jurídicos, mediadores e outros profissionais da área de mediação nacional e internacional , o 4º Simpósio de Tribunais e Mediação acontecerá de 21 a 25 de setembro de 2020. A conferência intercontinental transmitida inteiramente por streaming, será realizada em formato virtual, em espanhol e inglês.

A modalidade de transmissão foi escolhida para superar as limitações impostas pelo coronavírus, com uma agenda atual de assuntos, que foi criada a partir dos interesses expressos por mais de 900 pessoas que participaram de uma pesquisa anterior. O acesso às sessões do simpósio é feito por meio de uma plataforma virtual, que também permite o networking entre os participantes.

A Juíza brasileira Jaqueline Cherulli contribuirá com o evento com a comunicação oral de seu artigo científico intitulado “VISÃO SISTÊMICA E DIREITO SISTÊMICO: O FAMILIENSTELLEN E A CIÊNCIA HELLINGERIANA”. O artigo aborda a adoção de meios adequados que promovem a melhoria das relações no domínio do comportamento humano, em especial, no ambiente jurídico com o Direito Sistêmico.

Ao todo, cerca de 700 pessoas do mundo todo foram inscritas para participar do 4º Simpósio de Mediação e Tribunais.

A sessão inaugural acontecerá hoje a partir das 15h com a participação do Ministro da Justiça da Espanha, Juan Carlos Campo Moreno.

Mais informações: https://mediacionesjusticia.com/simposio-2020

Acesso ao artigo “VISÃO SISTÊMICA E DIREITO SISTÊMICO: O FAMILIENSTELLEN E A CIÊNCIA HELLINGERIANA”:

TJ disponibiliza sistema multiportas para relações que resultam na prática de violência doméstica

Artigo: Família Multiespécie

A Família Multiespécie configura a nova concepção de família, alicerçada nas relações afetivas que integram a unidade familiar composta por humanos e seus animais de companhia. No entanto, ainda que o novo formato da unidade familiar já encontre sustentação no ordenamento legal brasileiro, a partir de decisões demandadas nos Tribunais Superiores, necessário se faz compreender como tem se apresentado o entendimento jurídico e social da família multiespécie e os princípios que o estão norteando, pois em que pese o reconhecimento jurídico, a relação estabelecida só será efetiva e duradoura se compreendida a partir de uma visão sistêmica que respeite a posição de cada integrante na relação familiar. Assim, a partir das concepções hellingerianas, entende-se que a Visão Sistêmica, pautada nas Leis de Pertencimento, Hierarquia e Equilíbrio propostas por Hellinger, busca-se, sem deixar de lado as premissas legais, debater e ampliar o entendimento sobre a senciência do animal de companhia, seu sistema de origem, a posição ocupada na família multiespécie e sua proteção jurídica.

Ver artigo:

Webnário sobre Direito Sistêmico reúne mais de 10 especialistas na área.

Nessa terça-feira, 18 de agosto, o portal Movimentos Integrativos em conjunto com o Instituto Oca realizaram "1º Webnário Direito Sistêmico: Expansão e Práticas". A pauta abordou as direções e realizações das comissões da OAB no campo do Direito Sistêmico. Para debater, foram chamados 8 especialistas, membros das comissões de direito sistêmico de 7 estados diferentes.

"Crescendo e aprendendo a cada dia, já somos 111 Comissões que oportunizam o desenvolvimento e conhecimento da postura sistêmica na advocacia.", comentou a mestre em direito e Presidente da Comissão de Direito Sistêmico da OAB/RJ, Marília Alves, sobre sua participação no evento. A coordenadora do evento e orientadora do portal Ciência Sistêmica comentou: "Considero esse evento um movimento histórico na área. É a primeira vez que conseguimos reunir tal número de profissionais para dialogar e documentar as realizações feitas no campo do Direito Sistêmico, pela OAB, em regiões tão distintas do país. Foi realmente uma atividade integradora. Estou ansiosa para a próxima edição." 1º Webnário Direito Sistêmico: Expansão e Práticas
Realização Movimentos Integrativos e Instituto Oca Apresentação e moderação Jaqueline Cherulli (Movimentos Integrativos); Gianeh Borges (Instituto Oca) Participantes: Eunice Schlieck - OAB/SC; Fabiana Quezada - OAB/SP; Marília Carvalho e Silva Comissão de OAB/RJ; Carlos Borges - OAB/MT; Rita Almeida Silva - OAB/MS; Flavia Padilha - OAB/AL; Wdson Pyerre - OAB/PE; Fernando Catellan - OAB/SP Subseção de Tatuapé.

Cadê a mãe dessa criança?

Quem nunca ouviu (ou até mesmo questionou) quem é a mãe dessa criança? Um podcast repleto de depoimentos e reflexões de mães de todas as idades. Sem receitas milagrosas, Vaniele Fior leva apenas palavras sinceras que buscam levar paz, conforto e, principalmente, calma nessa fase tão mágica e cheia de desafios. Acesse o Podcast: https://open.spotify.com/show/1YzSI66drLGtvH4z8JNOyx A orientação é para que a gente fique em casa. Mas o que fazer quando a criança tem duas casas? Vaniele Fior conversa sobre a quarentena de pais separados e sobre os problemas que a falta de diálogo pode gerar. Também falamos sobre alienação parental, culpa e julgamentos, com a participação da Juíza de Vara de Família Dra. Jaqueline Cherulli.

Judiciário matogrossense debate a alienação parental em tempos de pandemia

Destaque na TV Justiça: Judiciário matogrossense debate a alienação parental em tempos de pandemia do novo coronavírus. O evento virtual contou com especialistas da área do Direito Sistêmico.

"Jornada preparatória" e "I Jornada Internacional de Direito Sistêmico" na Argentina e novo artigo.

O Colegio de Abogados de Morón e o Instituto de Direito Sistêmico da Argentina, realizam nos dias 10, 11 e 12 de agosto o evento "II JORNADA NACIONAL DE DERECHO SISTEMICO - I JORNADA INTERNACIONAL".

O evento tem seu público principal: advogados, juízes e membros de equipes interdisciplinares, facilitadores, pesquisadores, autores e palestrantes internacionais em Direito Sistêmico. A Jornada Preparatória, realizada nos dias 6 e 7 de agosto, contou com a contou com a participação de juízes, promotores, advogados e outros profissionais de diversos países, em especial os de língua espanhola. Um dos destaques da Jornada Preparatória foi a apresentação da juíza brasileira e consteladora Jaqueline Cherulli, que redigiu para a ocasião um artigo cientifico em português e espanhol, que pode ser conferido aqui no site.

Mais informações sobre o evento: https://camoron.org.ar/evento/ii-jornada-nacional-de-derecho-sistemico-i-jornada-internacional/

Confira abaixo, em português e espanhol, o conteúdo do artigo apresentado no evento:
Artigo para download em português: Artigo para download em espanhol:

O Direito Sistêmico, sua prática e expansão

Jaqueline Cherulli, Juíza Titular da 3ª Vara de Família e Sucessões de Várzea Grande–MT (TJMT Olá pessoal, devido ao grande sucesso do artigo "O Direito Sistêmico e a Aplicação da Constelação no Poder Judiciário", trago no arquivo pdf abaixo, informações atualizadas sobre o tema. Espero que gostem! Boa leitura a todos.

Você sabe o que é o Registro de Pets?

Falei sobre a possibilidade do registro dos animais de companhia na live (com o@floreserpet) que abordou aspectos jurídicos e visão sistêmica das relações familiares multiespécie. Essa informação foi trazida pela@maabpacheco, brilhante e competente profissional.
Deixo aqui trechos da entrevista no site do IRTDPJBrasil - Instituto de Registro de Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas do Brasil.

Registro da declaração de posse de animais de estimação desperta atenção do público e da mídia

Tema foi matéria de capa da Revista do Direito Notarial e Registral do Espírito Santo, publicação do Sinoreg-ES O simples ato vem dar publicidade a um laço afetivo e também auxilia em casos de disputa judicial pela posse do bichinho em caso de separação conjugal. Os vários aspectos que envolvem o registro de pets foram abordados na matéria de capa da edição de abril da Revista do Direito Notarial e Registral do Espírito Santo, publicação do Sinoreg-ES. Cartórios capixabas fazem o registro da declaração de posse desde o ano passado, a exemplo de outros estados do país. Rio de Janeiro foi a primeira unidade da federação a realizar esse tipo de registro (mais precisamente o 6º RTD da capital carioca), que também pode auxiliar no transporte de animais em viagens e até mesmo na localização em caso de perdas ou fugas. A Tribuna Online TV, no programa “Mundo Pet”, também mostrou como é fácil, rápido e seguro fazer o registro da declaração de posse dos animais domésticos. A gravação ocorreu no cartório do 2º Oficio de Serra. A reportagem acompanhou o registro do cãozinho Billy e a felicidade da sua tutora Elinara Magnago. “Não se trata de um modismo e sim do reconhecimento de um direito” A afirmação é do presidente do IRTDPJBrasil, Rainey Marinho, um dos entrevistados da revista do Sinoreg-ES, que tratou sobre o registro de pets. A entrevista foi concedida ao jornalista Frederico Guimarães. Como funciona o registro para animais de estimação? Desde quando ele acontece e como se pode registrar o animal? Qual o valor do registro? O registro de animais de estimação é mais um dos vários serviços oferecidos pelos cartórios de Registro de Títulos e Documentos do país. Pela lei, os oficiais deste tipo de cartórios têm uma atribuição residual, ou seja, estão habilitados a registrar tudo aquilo que não é recepcionado pelas outras especialidades. Isso nos credencia a fazer o registro da posse de obras arte, joias, de bikes e também de animais de estimação, que figuram nesse amplo rol de registros. Na verdade, o que se que registra nos cartórios de Registro de Títulos e Documentos é a Declaração de Posse de Animais Domésticos. O dono vai preencher um formulário com informações detalhadas sobre todas as características sobre o animal (tamanho, raça, pelagem, manchas, etc), foto, além dos seus próprios dados. O registro em cartório tem a finalidade de comprovar a identidade do animal e de seu proprietário. É como se cães, gatos e demais bichinhos tivessem sua existência comprovada e registrada, o que facilita muito em caso de perda ou fuga. O registro também ajuda no transporte dos animais, em viagens e até mesmo em disputas judiciais, quando um casal vai discutir na justiça a guarda e os custos da manutenção do pet. Para fazer o registro da declaração de posse, basta procurar o cartório de RTD mais próximo da residência (são mais de três mil em todo o Brasil) ou solicitar o registro por meio da nossa central nacional: www.rtdbrasil.org.br. Na plataforma eletrônica, tem um passo a passo que explica como o registro deve ser feito. É também necessário apresentar toda a documentação solicitada, inclusive a cópia autenticada do comprovante de residência, cartão de vacinação e uma foto do animal. Os preços podem variar de acordo com as tabelas de cada estado. O cartório pioneiro nesse tipo de registro foi 6º Registro de Títulos e Documentos, no Estado do Rio de Janeiro. Hoje, o registro de pets está se popularizando. Além do lado prático, entra aí o componente afetivo. Quem tem um animal de estimação bem sabe que ele se torna parte da família, recebe cuidado e amor. O registro em cartório vem para oficializar também esse laço afetivo. Como funciona o registro para animais de estimação? Desde quando ele acontece e como se pode registrar o animal? Qual o valor do registro? Como já dissemos, o registro de pets é relativamente novo, mas que pode ganhar uma dimensão maior com a sua divulgação. Além do Rio de Janeiro, colegas dos estados do sul, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás já nos dão notícia do aumento da procura. O mesmo ocorre no estado do Espírito Santo. O registro da declaração de posse de pets pode ser solicitado e realizado por meio da Central Nacional de RTDPJ. Hoje temos 2.109 cartórios cadastrados na central e, em breve, poderemos ter um banco cadastral de animais domésticos de todo o país, o que dará mais efetividade ao registro da declaração de posse. O IRTDPJBrasil está trabalhando para que isso aconteça. A centralização dos dados é muito importante e traz benefícios para todos, para os cartórios e também para os usuários dos nossos serviços. Matéria na íntegra: http://www.irtdpjbrasil.com.br/entrevista-rainey-marinho/

CONTATO

Contacting the Ciência Sistêmica &

Jaqueline Cherulli:

​​Tel/Phone: +55(65)99285-8627

E-mail: cienciasistemicabr@gmail.com

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Google+ Icon

Name *

Email *

Subject

Message

© 2020 por Núcleo Criativo